Incontinência urinária

Sintomas

Sintomas da Incontinência urinária em mulheres

O tipo de incontinência mais comum entre mulheres é a incontinência por estresse (ou por esforço). Isto é, aquela em que pequenas quantidades de urina são perdidas quando a mulher tosse, espirra, ri ou faz qualquer atividade repentina que aumente a pressão dentro do abdômen. Há também a incontinência por urgência (quando a vontade de urinar é forte e não dá tempo de chegar ao banheiro) e a incontinência mista (quando são associados dois ou mais tipos de incontinência).

Em Homens

Os principais tipos são: aumento da atividade da bexiga (bexiga hiperativa); incontinência urinária por esforço, quando o escape acontece por conta da pressão exercida na bexiga - como espirrar, tossir, dar risada, etc; a incontinência urinária por urgência, quando há uma vontade muito grande de urinar e não se consegue segurar. Por último, a incontinência mista, quando são associados dois ou mais tipos.

Em idosos

Incontinência urinária de esforço: surge quando não há força muscular pélvica suficiente para reter urina. Tosses, espirros, risadas, e qualquer esforço fésico que force a musculatura da bexiga são suficientes para causar a perda involuntária. Incontinência urinária de urgência: caracterizada por vontades repentinas de urinar mesmo que a bexiga não esteja cheia, causando perda de urina antes mesmo que a pessoa chegue ao banheiro. Incontinência urinária mista: associa os dois outros tipos, tendo como sintoma mais significativo a incapacidade de controlar a perda de urina pela uretra.

Em Esportistas

O tipo de incontinência mais comum nos atletas é a incontinência urinária por esforço, que ocorre quando o atleta faz exercécios que forcem a musculatura da bexiga. Mas também existem outros tipos menos comuns, como a incontinência por urgência - que é quando se tem uma vontade muito grande de urinar e a pessoa não consegue segurar - e a incontinência mista, quando um ou dois tipos são associados.