Pacientes levantam bandeira da prevenção em jogo do Corinthians

Pacientes levantam bandeira da prevenção em jogo do Corinthians

 

Neste sábado, 11 de novembro, pacientes entram em campo junto com o Sport Club Corinthians Paulista, contra um adversário em comum: o câncer de próstata. A ação educativa será realizada na Arena Corinthians e chama a atenção de mais de 40 mil torcedores para o Novembro Azul, movimento mundial que marca a conscientização e o combate à doença.

Intitulada "Marque um gol pela prevenção do câncer", a ação, conduzida pelos "times" do Instituto Lado a Lado, Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), Corinthians, Secretaria de Estado da Saúde, tem como objetivo mostrar à torcida a importância do diagnóstico precoce e, principalmente, o cuidado com a saúde do homem de maneira integral.

Durante a condução da iniciativa, pacientes do Icesp foram convidados a realizar um tour na Arena, para conhecer os bastidores da casa de seu time do coração e gravar seu recado de alerta para o auto cuidado em um vídeo que será transmitido nos telões do estádio no dia da partida entre Corinthians e Avaí, pela 34ª rodada do campeonato Brasileiro.

Além do vídeo, os mesmos pacientes entrarão em campo neste dia, durante o intervalo, com uma grande faixa reforçando a mensagem da campanha. 

Câncer de próstata: sintomas x prevenção

No Brasil, o tumor da próstata é o segundo tipo mais comum em homens. Em 90 minutos de uma partida de futebol, 11 homens são diagnosticados com câncer de próstata. São mais de 60 mil novos casos por ano, mais que um estádio lotado. Dentro do Icesp, esses pacientes representam 12% do atendimento total.

Entre os sintomas mais comuns estão dor ao urinar e dificuldade em iniciar e manter um fluxo constante de urina, perda do controle da bexiga e sangramentos.

O diagnóstico precoce, por meio de exame físico e amostras laboratoriais (PSA), permite tratamentos menos agressivos e com alto índices de cura. "A indicação é que, partir dos 45 anos, a realização do check-up anual vire um compromisso para todos os homens. É nossa responsabilidade estreitar os laços com o público e reforçar o valor da adesão ao tratamento precoce", ressalta o médico-chefe do serviço de urologia do Icesp, William Nahas.