Biomassa de banana verde: confira benefícios e aprenda a fazer em casa

Biomassa de banana verde: confira benefícios e aprenda a fazer em casa

A biomassa de banana verde é uma preparação feita com a fruta bem verde, transformando-a em um creme espesso. Esse creme pode ser acrescentado em preparações como molhos, bolos, biscoitos, sucos e até no preparo de salgados integrais. No lugar da farinha de trigo, é uma boa opção para quem tem intolerância ao glúten.

A biomassa é considerada um alimento funcional, pois quando cozida tem alto teor de amido resistente (ação semelhante às fibras) e, por isso, não é digerido e nem absorvido. Em relação a sua ação no intestino, é utilizada pelas bactérias "boas" do corpo, mantendo a integridade da mucosa intestinal e fazendo a absorção dos nutrientes ocorrer de forma adequada.

O ingrediente reduz a absorção da gordura e do açúcar. Na culinária, pelo fato de ser um ótimo espessante, pode substituir o leite condensado, o creme de leite e a maionese.

Atua também no tratamento e na prevenção dos quadros de diarreia, constipação, câncer, diabetes, colesterol e triglicerídeo. Muito rica em vitaminas como A, B1, B2 e minerais essenciais como fósforo, magnésio, potássio e sódio, a biomassa pode ser consumida por todos: crianças, adultos, gestantes e idosos. Não há contraindicação, apenas adequações de consumo, que deve ser em torno de 2 a 4 colheres de sopa por dia.

 

Como preparar

1. Corte 10 bananas nanicas bem verdes pela ponta, sem deixar aparecer a polpa. Lave-as com casca, uma a uma, utilizando esponja com água e sabão e enxague bem.

2. Ferva quantidade de água suficiente para cobrir as bananas em uma panela de pressão de 7 litros.

3. Coloque as bananas com casca na água fervente (para criar choque térmico). Tampe a panela e conte oito minutos a partir do início da pressão da panela.

4. Desligue e deixe as bananas cozinhando até o vapor escapar. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela. Vá aos poucos tirando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no processador ou liquidificador. É importante que a polpa esteja bem quente, para não esfarinhar. Triture a polpa até ficar homogênea, adicionando água mineral suficiente para deixar virar um creme.

5. Se não for utilizar imediatamente, guarde na geladeira por até 5 dias ou congele por até 3 meses em vasilhas de vidro ou nas formas de gelo (tem que ser de plástico duro e novo, sem ranhuras para não haver contaminação de derivados de plástico ou de micro-organismos).

 

Dicas importantes

1) Cuidado para não queimar o liquidificador. Como é uma massa pesada, a dica é colocar junto com 5 bananas no liquidificador pelo menos 100 ml de água mineral.

2) Colocar para congelar em porções suficientes para acrescentar nas preparações. Para descongelar, utilizar um pouco de água para dissolver em panela aquecida em fogo brando.

3) Para facilitar a limpeza da panela após o processo, unte-a antes com óleo com auxílio de um papel toalha. Também pode passar óleo após fazer a banana para que o resíduo saia com facilidade.