Cinco dicas para ajudar um amigo ou familiar a cuidar da saúde mental e emocional

Cinco dicas para ajudar um amigo ou familiar a cuidar da saúde mental e emocional

Muitas vezes, além de lidar com nossas próprias cargas cotidianas de estresse e emoções, também somos afetados pelas angústias de pessoas próximas: família, amigos, colegas de trabalho. No caso de quem está enfrentando um desafio de saúde como o câncer, isto pode ser ainda mais extremado. Estar disponível para ajudar nem sempre é fácil mas pode ser uma atitude que estreita afetos e gera equilíbrio sentimental e saúde para todos. Veja cinco ações que você pode tomar para ajudar pessoas ansiosas ou deprimidas e, assim, melhorar a qualidade do ambiente familiar:

01 - Leia, busque informação.

Não é preciso se tornar um especialista - lembre-se: você não é o terapeuta do seu parente ou amigo! Mas ler as experiências de profissionais e pessoas que passaram por processos similares pode ser muito útil. O conhecimento desperta empatia.

02 - Esteja disponível

A depressão ou a baixa autoestima fazem com que a pessoa acredite ser um fardo para si mesma e todos ao seu redor. Isso significa que seu parente, amigo ou parceiro pode não estar se comunicando ou fazendo muito contato com você, mas não desista deles. De tempo em tempo dê um alô para ver como eles estão, mesmo que não tenham respondido às suas mensagens anteriores. Busque não exagerar na sua preocupação. Perguntar se estão bem já é o suficiente. Faça com que se sintam lembrados e queridos.

03 - Não tenha medo do silêncio

Uma das melhores coisas que você pode fazer por alguém estressado ou deprimido é escutá-lo. Lembre-se de que, se você não é um terapeuta, pode não estar apto a tratar a depressão de alguém. Prepare-se para um acolhimento mais do que para uma orientação. Se o seu amigo não conseguir articular tudo o que está sentindo, não tenha medo de ficar em silêncio por um tempo. Basta estar por perto enquanto eles descobrem como expressar um pouco do caos que está acontecendo em suas mentes.

04 - Monte uma playlist

A playlist não precisa ser uma sequência de músicas super animadas! Elas podem ser calmas, reflexivas, elaboradas. O melhor é selecionar músicas que te lembrem do seu amigo ou pessoa amada e esteja associada a lembranças de fatos que vocês viveram. Com dois ou três toques rápidos no Spotify, você pode desanuviar o estado de espírito da pessoa.


05 - Incentive a pessoa a buscar ajuda profissional


Saúde mental e emocional é coisa séria. Apesar de todas as suas melhores intenções, não há nada que você possa fazer para afastar de vez a ansiedade ou depressão de um amigo ou familiar. Às vezes, a única saída é fazê-los perceber que precisam de ajuda profissional. Comece, se possível, com uma visita ao seu médico - faça com que eles digam ao médico o que está acontecendo e eles poderão encaminhar seu amigo para um plano de tratamento e suporte que atenda às necessidades de cada caso.