Por que é importante lavar as mãos?

Por que é importante lavar as mãos?

Até o início de maio, foram registrados 2.808 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 2.375 são de influenza A (H1N1), sendo 470 óbitos. Além da vacinação, outras ações preventivas estão diretamente ligadas à higiene.

Pode parecer exagero, mas você sabia que as mãos são o principal veículo de transferência de micro-organismos de um indivíduo para outro? Sim, o simples ato de lavar as mãos de forma correta reduz significativamente a transmissão de doenças.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, essa higienização pode ser feita, basicamente, com água e sabão ou, ainda, álcool 70%. 

Além da higienização das mãos, hábitos e comportamentos como deixar o ambiente sempre ventilado, cobrir a boca e nariz sempre que espirrar ou tossir, não compartilhar objetos de uso pessoal e evitar aglomerações em épocas em que o número de casos da doença for alto são medidas eficazes na prevenção da gripe.

Transformar a lavagem das mãos em um hábito frequente pode salvar mais vidas do que se imagina. Com ele, é também possível reduzir significativamente casos de doenças e de mortes por problemas respiratórios, gastrointestinais e cutâneos.

Quando lavar?

  • Antes de manipular ou consumir alimentos.
  • Antes e depois de entrar em contato com pessoas doentes ou acamadas.
  • Depois de ir ao banheiro.
  • Depois de espirrar, tossir ou assoar o nariz.
  • Após manipular objetos potencialmente sujos ou contaminados.
  • Após entrar em contato com animais.
  • Sempre que as mãos estiverem visivelmente sujas.

Como lavar?

  • Água corrente, sabonete líquido e papel-toalha para secar a pele.
  • Deixar a espuma agir por 20 segundos.
  • Esfregar as mãos também é necessário, pois as bactérias também são removidas mecanicamente.
  • Na ausência desses produtos, o álcool em gel pode ser utilizado.
  • Os lenços umedecidos só são eficazes se contiverem álcool na sua formulação.
 

Não se esqueça das unhas!

As unhas também não devem ser esquecidas durante a limpeza diária, pois podem esconder sujeiras imperceptíveis. Além disso, algumas pessoas têm o hábito de roê-las, o que torna essa contaminação um tanto mais perigosa. Portanto, o ideal é que estejam sempre bem aparadas para que não se acumule nenhum material orgânico, bactérias e fungos.