Atividades na Av. Paulista marcam lançamento da campanha Novembro Azul 2018

Atividades na Av. Paulista marcam lançamento da campanha Novembro Azul 2018

Novembro Azul   é o mês para reforçar a lembrança de que o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele. O INCA (Instituto Nacional de Câncer) estima que, em 2018, serão registrados mais de 68 mil novos casos da doença e cerca de 13 mil mortes devem ocorrer em decorrência do câncer de próstata.

Este ano, mantendo o movimento de conscientização da população sobre a importância de detectar o câncer de próstata precocemente, aumentando assim as chances de cura, o   Instituto Lado a Lado pela Vida (LAL)   dá o pontapé inicial da campanha   Novembro Azul   na  quarta-feira, 31 de outubro, a partir das 10 horas  , na Avenida Paulista, em São Paulo com ação inspirada no tema "A vida não é um jogo".

A campanha de 2018, criada pela agência paulistana 4/12, incorpora a temática dos campos de futebol e cria o   cartão azul  , que assume a função de alertar os homens para a necessidade de realizar os exames de PSA (Antígeno Prostático Específico) e o toque retal para diagnosticar a doença o mais cedo possível. O cartão será o ícone das ações que acontecerão em todo o país, em diversos eventos e também em partidas de futebol. 

Na quarta-feira, no lançamento oficial da Campanha, homens vestidos de jogadores e juízes de futebol estarão na frente ao prédio da Fiesp (Av. Paulista n° 1313) e no vão livre do MASP - Museu de Arte de São Paulo (Av. Paulista, 1578) interagindo com os pedestres, distribuindo material informativo sobre a doença e, de forma lúdica, mostrarão o cartão azul que faz o alerta sobre a importância do homem se cuidar. "Nosso objetivo é desmistificar o diagnóstico desta doença, já que milhares de homens deixam de fazer o exame de toque retal devido ao tabu que ainda persiste", afirma Marlene Oliveira, presidente do LAL.

Durante as ações, o   Instituto Lado a Lado pela Vida   oferecerá também aferição de pressão, peso, medida da circunferência e informações aos cidadãos.  "Em tempos de fake news, nosso papel de oferecer informações confiáveis ganha ainda mais relevância para a sociedade", explica Marlene.

Vale lembrar que o tratamento para quem identifica precocemente o câncer de próstata possui índice de cura de até 90%. Os exames devem ser solicitados por um médico e, na eventualidade de um diagnóstico positivo, é recomendável que o homem procure um oncologista, para que possam decidir juntos pelo melhor tratamento.

 

Confira a  galeria de fotos  da ação!