Câncer de pênis será debatido em audiência pública na Câmara

Câncer de pênis será debatido em audiência pública na Câmara

Debate sobre o tema foi uma solicitação do Instituto Lado a Lado pela Vida, por intermédio da deputada federal Carmen Zanotto


Redação LAL - A Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) aprovou, no dia 4 de setembro, o requerimento da deputada federal Carmen Zanotto para a realização de uma audiência pública sobre o câncer de pênis. O debate ocorrerá em novembro, durante a campanha Novembro Azul.

A audiência foi solicitada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, por intermédio da deputada federal e presidente da Frente Parlamentar Mista da Saúde.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de pênis representa 2% de todos os tipos que atingem a população masculina, sendo mais frequentes nas regiões Norte e Nordeste. A incidência é maior entre os homens a partir dos 50 anos.

O tumor pode causar a amputação total ou parcial do membro. Todos os anos cerca de 1600 homens passam por uma amputação no Brasil. A falta de higiene é a principal causa dessa neoplasia. A limpeza correta da genitália evita doenças sexualmente transmissíveis, diminuindo as chances do desenvolvimento da doença.

"Há uma forte associação entre a presença do prepúcio (pele que recobre a glande ou cabeça do pênis) e o surgimento do câncer peniano. Além disso, as DSTs caminham lado a lado com este tipo de câncer", explica Dr. Aguinaldo Nardi, urologista e membro do comitê científico do Instituto Lado a Lado pela Vida.

A audiência ainda não tem data definida para ocorrer. Os convidados para debater o tema são: Marlene Oliveira, presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida; Igor Morbeck, médico oncologista e membro do Comitê do Instituto Lado a Lado pela Vida; Ubirajara de Oliveira Barroso Junior, médico urologista e membro do Comitê do Instituto Lado a Lado pela Vida; Danilo Campos da Luz e Silva, coordenador Saúde do Homem - DAPES/MS e Haydee Padilha, médica e representante da OPAS/MS.