JOGADORES DO SANTOS FC GRAVAM VÍDEO ESPECIAL

JOGADORES DO SANTOS FC GRAVAM VÍDEO ESPECIAL

Com o objetivo de orientar a população masculina a cuidar melhor da saúde e procurar o médico com mais frequência, o Santos FC reuniu os atletas do seu elenco profissional e comissão técnica para, usando um falso bigode, chamar a atenção dos seus torcedores e simpatizantes sobre o tema saúde masculina.

De forma bem humorada, os integrantes do Peixe aparecem bigodudos em  vídeo  da Santos TV, ao som da música "Será que tem açúcar no bigode do rapaz?", composição de Roberto Martins e Augusto Garcez, interpretada pelo clássico grupo musical Demônios da Garoa. 

Integraram a gravação os atletas Chiquinho, David Braz, Gabriel Barbosa, Gabriel Gasparotto, Gustavo Henrique, Lucas Lima, Marquinhos Gabriel, Renato, Ricardo Oliveira, Thiago Maia, Zeca, Vladimir e Rafael Longuine. As participações especiais ficam por conta do técnico Dorival Junior, do auxiliar técnico Lucas Silvestre e de Bernardo, filho de Chiquinho.

Preconceito

O vídeo contou com o apoio do Instituto Lado a Lado, idealizador do Novembro Azul no Brasil, e é mais uma iniciativa do projeto de responsabilidade social do Clube, o  "Muito Além do Futebol" , gerido pelo Departamento de Comunicação do Santos FC.

Além dos atletas, a produção apresenta, entre outros, dados que evidenciam as diferenças no comportamento entre mulheres e homens: a cada três mortes de pessoas adultas no Brasil, duas são de homens; eles vivem, em média, sete anos a menos do que elas. 

Estudos comprovam que os homens são mais suscetíveis às doenças, especialmente às enfermidades graves e crônicas, e essa ocorrência está ligada ao fato de que eles recorrem menos frequentemente do que as mulheres aos serviços de atenção primária e procuram o sistema de saúde quando os quadros já se agravaram. 

Segundo dados do SUS (Sistema Único de Saúde), enquanto o registro de consultas ginecológicas é de 16 milhões de atendimentos, o de consultas ao urologista é de apenas 2 milhões. Baseado nessas informações, a assinatura do vídeo resume a problemática: "A maior doença do homem é o preconceito. Se cuida, bigode".