Presidente do Lado a Lado destaca papel da mulher no Novembro Azul

Presidente do Lado a Lado destaca papel da mulher no Novembro Azul

O Novembro Azul é dedicado à conscientização dos homens sobre o câncer de próstata e sobre a importância do cuidado com a saúde. Nesta missão, a campanha conta com um aliado fundamental: as mulheres.

"Acreditamos que seja a mulher quem decida esse jogo. É ela quem tenta o tempo inteiro convencer o homem a procurar algum serviço médico, é ela que incentiva a agendar uma consulta, fazendo com que o homem tenha um pouquinho mais de consciência e vá ao médico", afirma Marlene Oliveira, presidente do Lado a Lado, sobre o papel da mulher no Novembro Brasil, em entrevista transmitida ao vivo pelo programa Manhã Bandeirantes, da Rádio Bandeirantes, durante  ação no Masp , em São Paulo. 

Para Marlene, essa resistência do público masculino em visitar o serviço médico com maior frequência é uma questão cultural. "Nós, mulheres, a partir dos 12, 13 anos, sabemos que precisamos fazer exames periódicos, e o homem não. Então essa campanha vem levar essa informação, da importância do homem cuidar da sua saúde", comenta. 

Embora o Novembro Azul dê destaque ao câncer de próstata, a presidente do Lado a Lado, idealizador da campanha, lembra que o objetivo é conscientizar sobre a importância da prevenção quando o assunto é saúde, no seu sentido mais amplo. "O homem não é só a próstata. Falar sobre a saúde deles envolve tudo, por isso prevenção pode começar desde cedo", convida. 

Especificamente sobre ao câncer de próstata, Marlene afirma que o preconceito ainda é uma realidade e dá um recado aos homens acima dos 50 anos, idade a partir da qual é recomendada a realização de exames preventivos. "O exame de toque retal dura menos de 15 segundos e pode salvar uma vida. Então, homens, deixem esse receio de lado", reforça. 

Novembro Azul

O Novembro Azul é uma iniciativa e realização do Instituto Lado a Lado pela Vida que, pelo quarto ano consecutivo, realiza ações em todo Brasil com intuito de orientar a população masculina a cuidar da saúde e procurar o médico com mais frequência. A programação prevê a realização de Circuitos da Saúde, palestras em empresas, ações em estradas, estádios e locais públicos de grande circulação, além da iluminação de vários monumentos de azul.