compartilhar

< Voltar

Síndrome de Burnout

Saúde Emocional

O que é?

Ritmo estressante e pressão psicológica somado a muitas responsabilidades no ambiente de trabalho pode ocasionar a Síndrome de Burnout. O termo “burnout” vem do inglês e significa “esgotamento”.

Em 2019, a OMS (Organização Mundial de Saúde) reconheceu essa condição como uma síndrome ocupacional, resultante de um estresse crônico no local de trabalho que não foi gerenciado com sucesso.

Ainda de acordo com a OMS, esse tipo de condição não é uma doença ou condição médica, mas um fator que influencia a saúde e a qualidade de vida do indivíduo.

Sintoma

Segundo dados do ISMAR-BR (International Stress Management Association), a síndrome acomete 32% da população que tem sintomas de estresse. O Burnout pode ocasionar afastamento do trabalho, úlcera, aumento do colesterol, entre outros problemas de saúde.

Geralmente acomete pessoas perfeccionistas, exigentes consigo mesmas e que não tem medo de aceitar desafios. Não acontece do dia para noite. O processo é gradativo podendo levar anos até que a pessoa sinta os efeitos.

As pessoas que desenvolvem essa síndrome, geralmente agem da seguinte forma: tem compulsão por demonstrar o seu valor, não se desligam do trabalho, evita conflitos, família e hobbies ficam em segundo plano, distância da vida social, vazio interno, depressão e esgotamento físico e mental.

Tratamento

Ao detectar qualquer mudança no comportamento e ao sentir qualquer dos sintomas citados no tópico anterior, a orientação é procurar um especialista. A psicoterapia aliada com medicamentos para ansiedade, depressão e insônia são recomendados.

O tratamento para problemas relacionados a transtornos mentais é oferecido de forma integral, e gratuita, pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Basta procurar uma unidade dessas no bairro onde mora, dependendo do caso ele será encaminhado aos centros especializados.

Prevenção

Uma das melhores formas de prevenir a Síndrome de Burnout é não esquecer as atividades que lhe dão prazer. Tenha em mente que o trabalho é somente uma parte de sua vida e que, portanto, há outras áreas que merecem atenção.

Faça atividades físicas, participe do convívio familiar, converse sempre com os amigos sobre o que está sentindo, estipule horários como: horário de trabalho, horário de lazer e horário de descanso. É muito importante, também, definir pequenos objetivos na vida profissional e pessoal, isso é o que vai motivá-lo a seguir em frente.

Importante

Praticar atividades que te levem a ver o que, verdadeiramente, se passa dentro de si é uma maneira saudável e eficaz contra a Síndrome de Burnout. A meditação, por exemplo, é um estado de foco, de se concentrar no momento presente e, portanto, se desligar do que acontece no mundo externo e voltar os olhos para os sentimentos e sensações.

Fonte de consulta
BBC News – Brasil
Blog da Saúde – Ministério da Saúde