compartilhar

< Voltar

Tabagismo

Doenças Crônicas

O que é?

O tabagismo é reconhecido como uma doença crônica causada pela dependência à nicotina presente nos produtos à base de tabaco. De acordo com a Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10), o tabagismo integra o grupo de transtornos mentais e comportamentais em razão do uso de substância psicoativa, que é uma substância química que age sobre o sistema nervoso central de quem as consome e causa alterações na função cerebral. Essas alterações interferem temporariamente no humor, consciência, comportamento e percepção do indivíduo. 

Ele também é considerado a maior causa evitável isolada de adoecimento e mortes precoces em todo o mundo. O tabaco é uma planta (Nicotiana tabacum) cujas folhas são utilizadas na confecção de diferentes produtos que têm como princípio ativo a nicotina, que causa dependência.

Há diversos produtos derivados de tabaco: cigarro, charuto, cachimbo, cigarro de palha, cigarrilha, bidi, tabaco para narguilé, rapé, fumo-de-rolo, dispositivos eletrônicos para fumar e outros.

Dados rápidos

  • O tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas a cada ano*.
  • Mais de 7 milhões dessas mortes são resultado do uso direto do tabaco, enquanto cerca de 1,2 milhão são resultado de não-fumantes expostos ao fumo passivo*.
  • Quase 80% dos 1,1 bilhão de fumantes do mundo vivem em países de baixa e média renda*.

*Organização Pan-americana de Saúde (OPAS)

Doenças causadas pelo cigarro

Estudos mostram que o hábito de fumar é um fator de risco para quase 50 doenças diferentes. O tabagismo é responsável por:

  • 25% das mortes por doença coronariana (angina e infarto do miocárdio)
  • 45% das mortes por infarto na faixa etária abaixo de 65 anos.
  • 85% das mortes por bronquite crônica e enfisema pulmonar
  • 25% das doenças vasculares (entre elas AVC).
  • 90% dos casos de câncer no pulmão
  • 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer (de boca, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo de útero, leucemia).

Dependência

A nicotina encontrada no tabaco é uma substância psicoativa que causa dependência. Provoca mudanças no estado emocional, produzindo uma sensação de prazer. A ingestão contínua gera tolerância à droga. Com o passar do tempo, o fumante passa a ter necessidade de consumir cada vez mais cigarros.

Tabagismo passivo

Respirar a fumaça do cigarro aumenta o risco de desenvolver doenças relacionadas ao tabagismo, como bronquite, pneumonia e asma. Estima-se que o tabagismo passivo seja a 3ª maior causa de morte evitável no mundo.

Como parar de fumar

O tratamento do vício de nicotina é feito com medicamentos que atuam sobre a vontade defumar, terapia de reposição nicotínica e suporte psicológico.

Se parar de fumar agora

  • Em 20 minutos a pressão sanguínea normaliza
  • Em 2 horas não há mais nicotina no seu sangue
  • Em 8 horas o nível de oxigênio no sangue se normaliza
  • Em 2 dias seu olfato e paladar melhoram
  • Em 3 semanas a respiração melhora
  • Em 10 anos o risco de sofrer infarto será igual ao da população geral
  • Em 20 anos o risco de desenvolver câncer de pulmão será quase igual ao de quem nunca fumou.

Fontes de consulta

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE (OPAS)

– https://www.paho.org

Atualizado em 07/2019
Pesquisado em 03/03/2021

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER (INCA)