compartilhar

< Voltar

Global Forum: A importância de debater a sustentabilidade da saúde

O Brasil possui sistemas de saúde público e privado, ambos com enormes gargalos. A sustentabilidade da saúde precisa ser discutida por profissionais de saúde, farmacêuticas, empresas, associações de pacientes e população em geral.

Cerca de 80% da população brasileira depende exclusivamente dos serviços públicos disponíveis para realizar qualquer tipo de atendimento. A sustentabilidade é uma questão prioritária nesse cenário para uma saúde igualitária e acessível.

Tendo essa situação em vista, o Instituto Lado a Lado pela Vida criou o Global Forum Fronteiras da Saúde em 2019. O projeto nasceu como um evento e tornou-se um compromisso para a cada dia engajar mais lideranças na saúde pública e privada.

Global Forum e a sustentabilidade da saúde

O Global Forum Fronteiras da Saúde reúne distintos agentes da sociedade para discutir, delinear caminhos e propor soluções para a necessária e urgente questão da sustentabilidade dos sistemas de saúde público e suplementar, estabelecendo uma agenda propositiva e não simplesmente gerar mais conteúdo que não possa ser aplicado nas ações de políticas públicas e nortear decisões da iniciativa privada.

Além de uma provocação aos participantes, o Global Forum Fronteiras da Saúde estimula que cada um pense o papel que exerce nos sistemas de saúde, a relação entre as esferas pública e privada e suas responsabilidades frente à sustentabilidade.

Para sua quarta edição, o Global Forum Fronteiras da Saúde terá como tema central “A Saúde que queremos para os próximos 4 anos” e uma pergunta, cuja resposta vale milhões: “O que precisamos fazer hoje para desencadear as mudanças que são necessárias para a saúde dos brasileiros”.

O grande palco deste debate será o Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília, no Distrito Federal, entre os dias 21 e 23 de novembro.

Venha fazer parte de um dos maiores eventos de saúde do Brasil!

Faça sua inscrição para o Global Forum Fronteiras da Saúde em globalforumsaude.com.br.

Ler mais sobre esse tema: