compartilhar

< Voltar

Mulher Por Inteiro: LAL lança campanha

O Instituto Lado a Lado pela Vida realiza a campanha Mulher Por Inteiro desde 2015, e neste ano comemora o mês da mulher com uma ação em parceria com o Top Center Shopping, na Avenida Paulista, em São Paulo.

O foco da campanha é conscientizar sobre os cânceres de mama, ovário, colo de útero e endométrio. Em outras palavras, o objetivo é incentivar a prevenção e os cuidados com a saúde, que levam à detecção precoce. A campanha acontece durante todo o ano e não destaca apenas o câncer de mama. Ações e fóruns acontecem para discutir soluções para todos os problemas que afetam a saúde feminina.

Todas essas ações são intensificadas, é claro, durante o Outubro Rosa. Porém, a finalidade da Mulher Por Inteiro é mostrar a mulher de forma inteira, já que todas as mulheres são únicas e merecem ser vistas dessa maneira.

Mulher Por Inteiro: Como se prevenir contra o câncer

No caso do câncer de colo de útero, por exemplo, é possível realizar a prevenção. E a principal forma de prevenção é, acima de tudo, a vacina contra o HPV. Ela previne também outros tipos de tumores, como os de vulva, vagina e ânus. Pelo SUS, a vacina está disponível gratuitamente para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos.

Além disso, ir ao ginecologista anualmente é extremamente importante. É na visita anual ao médico que a paciente recebe orientações sobre exames preventivos. Isso inclui quais, quando e como fazê-los. É também dessa forma que a mulher fica alerta sobre o uso de métodos anticoncepcionais, irregularidade menstrual, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e diagnóstico precoce de câncer.

Por último, é preciso prestar atenção aos sinais do corpo. Quanto mais atenta a mulher estiver em relação a qualquer sintoma persistente, maior a chance do diagnóstico precoce e, por consequência, maiores as chances de sucesso no tratamento.

Mulher Por Inteiro: Estatísticas

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 2 milhões de mulheres são diagnosticadas com câncer de mama por ano. Além disso, o câncer de colo de útero é a quarta causa de morte entre as mulheres no Brasil. O câncer de ovário é a segunda neoplasia ginecológica mais comum e a com diagnóstico mais difícil. Por fim, o câncer de endométrio é o tumor ginecológico mais comum e acomete mulheres, principalmente, na pós-menopausa (75%) e com idade média de 60 anos (50-70 anos).

Em suma, a mensagem da campanha Mulher Por Inteiro é que, com todos os cuidados listados acima, é possível chegar antes do câncer.

Ler mais sobre esse tema: